Buscar Espetáculos
Buscar Teatros
Informativo
Comentários
Escolas de teatro
Festivais de teatro
Quer receber informações exclusivas? Então cadastre-se aqui!

Seu nome:
Seu email:
 

Alterar cadastro

Remover cadastro
Quer conversar com alguém sobre teatro?

Digite seu nome e entre numa sala:

Você acha que uma peça pode melhorar a auto-estima do espectador?

Entre já

teatrochik / comentários


COMENTÁRIO DO ESPETÁCULO VAMOS?
Elenco da peça

“... os atores se revezando numa engraçadíssima troca de casais, sem nenhum pudor, e talvez até sem nenhum escrúpulo.”

O espetáculo “ Vamos?”  é uma divertida adaptação do texto de Mario Viana, dramaturgo este, que anda muito bem recomendado por aí.

A trama é simples, num apartamento um casal de amigos conversa,um homem e uma mulher, o dialogo começa a ficar cada vez mais picante, quando a relação se escancara e percebemos que os dois estão pensando naquilo, de repente  um dos atores é substituído, a cena continua no ponto em que parou, só que agora são dois homens vivendo a situação, e assim a peça vai se desenrolando, homem com homem, homem com mulher, mulher com mulher, os atores se revezando numa engraçadíssima troca de casais, sem nenhum pudor, e talvez até sem nenhum escrúpulo.

O cenário é bonito e bem produzido, a iluminação funciona e dialoga com a cenografia de maneira correta, valorizando-a.

Os atores estão muito bem em cena, dos quais destaca-se Alex Gruli,dono dos  cacos mais engraçados do espetáculo, mas de maneira geral, alguns vícios de interpretação poderiam ser suavizados, as vezes ela se torna exagerada e em alguns momentos, talvez incentivados pelas altas gargalhadas, os atores deixam-se parecer caricatos, com gestos excessivos que nada acrescentam ao espetáculo, uma pena.

Otávio Martins é o diretor do espetáculo e acertou em cheio, no texto e no elenco, a peça sem dúvida nenhuma diverte a todos, mas seu grande mérito, como diretor talvez, é o de permitir com que o ator crie, em cena mesmo, e permitir que o ator se divirta de verdade e que ele ria junto ao público, isso o torna mais próximo de quem o assiste. De maneira geral a peça vale a pena ser vista, e então... Vamos?

Por: Guilherme Junqueira
coroinhadopadre@hotmail.com

Este espetáculo já saiu de cartaz
O Pai

Terapia Sexual, Um ato de amor
APOIOPATROCÍNIOAPOIO
homeestréiasespetáculosteatrosingressosentrevistasgaleriahistóriacomentárioscadastros
contato | política de privacidade | nota legal
 
Copyright © TeatroChik - Tudo sobre o teatro brasileiro